21 setembro 2010

post para o Hugo (no seu aniversário)

estou assim 1 bocado assustada. porque já sabes tudo e não sei que poderei trazer de novo aqui.

(esqueci-me do nome das patilhas do ar condicionado. esta cabeça.)

hoje à noite estava com arritmias. pousei a cabeça outra vez na almofada. e juro que pensei que quem fazia anos era eu. cuidas sempre de mim. desta vez estou sentada no campo de batalha. atenta à forma como deslizas entre vencidos e vencedores. indiferente. bitter better.

(tiro notas. claro. esta cabeça.)

sabemos muito bem que é em frente. que o resto são veteranos de guerra. e essas mazelas não nos interessam. não é piroso dizer que me dás a mão e me puxas de vez em quando com 1 pouco mais de força. ou que calço saltos altos para te abraçar melhor. pirosos são esses estendidos no chão à espera que caia água e metal. não se olha para baixo.


p.s. fazendo de conta que és mesmo tu que fazes anos hoje. e que estou grande e forte e gorda. quero dizer-te que o caminho é este. dizer-te que tens a cabeça certa. dizer-te que vai correr tudo bem. mesmo que o sétimo irmão fique com 1 asa de corvo. e que há muito tempo te escolhi como pessoa a não largar.

Sem comentários: