29 julho 2010

haima #


porque se caísse na neve. e batesse casuisticamente numa pedra. faria azul por todo o lado. tu chegas. sentas-te no chão com a perna direita flectida. com o teu kit SOS de transfusão. e confirmas-me que o sangue é vermelho. na maior parte dos casos. mesmo que esteja ainda 1 pouco tonta . vou ser eu a tirar-te o garrote e a pôr-te 1 penso rápido no braço. ficamos os 2 deitados no frio. calados. sem força nas perninhas. em transmutação. até à primavera.

de resto.

lá chegará o dia em que algum de nós tenha ânimo para colher algum fruto. e então regressaremos à cidade.

Sem comentários: