27 outubro 2009

matei 5 hoje.
guardei as fotografias.
foi como quando o gatinho pequenino morreu.
não chorei nem disse a ninguém.
fiz amnésia sobre a cabeça e sobre o corpo.

e o gatinho pequenino era fofinho e estes não.

1 pessoa coloca-se no centro. bang bang.
aquilo que move as pessoas lixa-me a cabeça. lixa-ma bem.


matei as minhas primeiras 5 pessoas hoje. e a minha mãe diz que sou adulta aos 33 anos. que elas ressuscitam. que é assim.

(fechem os olhos e permitam a doçura que me vai na cabeça. não sintam culpa nem pena. sintam só a doçura. se é que a motivação que carregam suporta tanto.)

3 comentários:

MADRUGADA... disse...

eu sou todo dado à doçura. e sei que suporto tanto: espero que nenhum desses 'bang bang' sobre para mim: sabes, é que eu também tenho 33 anos. sou novo. dizem que sou bom rapazinho e não acredito na ressurreição.

P.S. ontem 'Caim', mas a culpa não foi do saramago.

;)

Arnaldo Macedo disse...

André Breton dizia: "O mais simples acto surrealista consiste em ir para a rua com pistolas em punho e disparar ao acaso para a multidao o mais possivel...Qualquer pessoa que nunca tenha tido o desejo de lidar desta forma com o ignóbil principio actual da humilhação e estultificação, pertence obviamente a essa multidao com a barriga à altura das balas"...

sandra andrade disse...

pois dizia.
estranho e belo é vires aqui e agora dizer isso. envio-te 1 abraço virtual cósmico what ever por isso. fizeste bingo. :