28 agosto 2009

o meu mantra para este outono/inferno

existe quem me espere quieta. quem ofereça algodão-doce embebido em sangue. glicose por glicose. quem use diminutivos. e diga coisas ternuramente evasivas. que se ofereça para os feriados. e que pergunte como vão as coisas afinal, hum? é claro que continuo a gostar do fausto do murnau. e é bem por isso que escolho pessoas péssimas para esta colecção outono/inferno. pessoas que odeiam secretamente qualquer coisa. pessoas capazes de me dar 1 belo açoite no rabo. pessoas onde não possa encontrar o amor. essa valente merda.

6 comentários:

loris disse...

tão boa escolha :)
já me tinha sido mostrado pela minha melhor amiga e mentora de toda a minha música.
agora mostras-me tu aqui. vou continuar com eles nos ouvidos :)

sandra andrade disse...

é como 1 vício esta música :)
ando com ela nos phones há quase 1 mês..
se o inferno fosse isto..

MADRUGADA... disse...

de merda é que este post não tem nada. muito bom. mesmo.

não conhecia "Atlas Sound" e por isso terei que me debruçar sobre isso ;)

quero ir para inferno. e lá encontrar a merda do amor ;)

sandra andrade disse...

bom regresso por aqui :)

atlas sound é 1 tipo bem catita

genital apoteótico disse...

Parece que vou ter de te explicar o que é realmente bom, que não é propriamente isto.

sandra andrade disse...

ó explica lá