12 agosto 2008

parece que vai grande merda campo fora. e que mataram o Caeiro e outros assim. e acordaremos todos um pouco mais altos e com mais coisas para contar. parece que vai uma grande carnificina e ficam os rios vermelhos e anda a gente a matar a sede com sangue. será bem por isso que faço agora uma limonada com o restinho de água da canalização. e amanhã quando acordar bebo uma limonada fresca. calada, sozinha, não tão alta. e virá de sopro sobre mim com um qualquer fruto . um restinho de fruto. fará um assombro de silêncio sobre mim. e correremos os estores que dão para toda essa merda. para foder em sossego. e beber limonada. porque dá sede.

1 comentário:

eva.malainho disse...

todos sabemos que o sangue não nos vai matar sede nenhuma. é salgado.